09 abril 2006

Contar Histórias- A arte de encantar pela palavra



Quando abrimos os olhos, a vida se coloca a nossa frente.Inevitavelmente começamos a formar um repertório de histórias: a nossa história.

Somos criança e queremos o brinquedo, o doce a fantasia.Somos jovens e queremos aventuras, o desafio, o riso.Somos adultos e queremos tudo.Somos velhos e queremos tudo de novo.Existem algumas maneiras de se conhecer o mundo, e ele é uma grande história que se lê diariamente.

De olhos abertos podemos perceber que cada um faz parte desse grande "livro".No exercício de juntar pedaços para construir o conhecimento do mundo, vamos também decifrando o mundo, lendo o mundo.

Ler é se transformar por meio do sentido que a palavra produz? É. Então ler um bom livro é sempre garantia de alguma mudança em nós.

Terminada a leitura no papel ela continua na vida.Ler é ir além da capa e do título.Ler é descobrir imagens, sons, cheiros, movimentos...é descobrir a outra dimensão da palavra.E é exatamente do fascínio de ler que nasce o fascínio de contar.
Contar histórias hoje significa salvar o mundo imaginário.

Quando se conta uma história começa-se a abrir espaço para o pensamento mágico.
**Celso Sisto

Daí entra em cena o Contador de Histórias!

Onde pode ser realizada uma Contação de Histórias?
Pode ser realizada em sala de aulas, TV, asilos, orfanatos, docerias, espaços culturais, bibliotecas, salas de internet, hospitais, ruas, bares, feiras de livros, praças, teatros, no rádio, no cinema, metrô, infantários, ATL`s e também em um quintal, sem nenhum outro recurso ,que a brincadeira do corpo e da palavra, num treino contínuo de fazer leitores de signos, de cores e de contos.


Qual é o objetivo da Contação de Histórias?
Compartilhar uma imagem, oferecer a mão ao outro à uma viagem num convite aberto para a reflexão. Histórias para acender a chama da curiosidade, da criatividade, do lúdico, do imaginário,do abstrato, apontar realidades para pensar, para dar exemplos .Pode ser também utilizada com objectivo terapêutico.

Para quem se conta histórias?
Crianças, jovens. adultos, idosos....As crianças se encantam e se divertem com o possível e o impossível, os jovens curtem as lendas, os mistérios, os desafios, os adultos e os idosos se encantam em vislumbrar um caminho que lhes devolva o sonho....

Um comentário:

Isabel Santos disse...

Querida Clara..
Consegui um tempinho pra xeretar o blog e gostei muito , de tudo, e principalmente desse texto, que "parece" simples, mas me emocionou bastante..
Um grande bj, e que vc conte e ouça muitas hisórias por ease mundão de Deus !!!
com carinho Isabel/Santos
(contadora de histórias)SP/Brasil

TAGS

contadores de histórias, contador, contadora, estórias, histórias, historias, conto, contos, animação, animador, narrador, narradora,cuentos, cuenteros,cuenta cuentos, cuentacuentos,story, stories, storyteller, storytellers, animacao,festa , aniversário, formação, formadores, formador, formadora, arte, contar,festival, encontro internacional, maratona , atelier, atl, workshop, curso, infantil , adulto, pós-laboral,professores, educadores, literatura, tradição, oral, clarahaddad, haddad, hadad,haddadcontadoradehistorias,clara,performance, entretenimento, cultura, artes performativas, teatro narrativo, teatro, educação, crianças, miúdos,quartadoscontos, quarta , tertulia castelense, noite de contos, serão, tertúlias, couch, preparação de actores, treinamento , narrativa empresarial, apresentação, falar em público, gestão,empresa, ilustração,livro,book, libro,espectáculo, espetaculo, sessãodecontos, sessao de contos, mediador de leitura,